fbpx

A Brasília dos alternativos não é homogênea, muito pelo contrário, abraça diversas tribos e ideias. Em comum, apenas o desejo de ser incomum saindo do “mais do mesmo”. Unindo, assim, criatividade, mobilização e parcerias para sair do padrão e promover opções alternativas.

 

Os alternativos são pessoas engajadas em um estilo de vida que busca ir além das opções da indústria de massa, acessando e produzindo alternativas para moda, cultura, arte, balada e até alimentação. Se você deseja conhecer um pouco mais da Brasília dos alternativos, leia este artigo até o fim.

 

 

Programas alternativos.

 

Ser alternativo não significa ser underground, como dizem, mas sim buscar um estilo de vida diferente, alternativo à maioria das convenções. Na Brasília dos alternativos, isto pode começar com um programa simples como tomar um café da manhã. Mas ao invés das padarias e buffets do cotidiano, os alternativos preferem um piquenique no Jardim Botânico.

 

O mais  importante é contar com alternativas. E ter alternativas significa diversidade de opções. Por exemplo, na Brasília dos alternativos você pode tomar uma cerveja em uma distribuidora de bebidas fazendo um samba na Asa Norte, ou optar por bares fora do padrão e com coquetelaria moderna e descolada como o Mercadito, Responsa, Eskina, Versão Brasileira, MUV Gastrostore e Teta Cheese Bar.

 

E que tal deixar ainda mais animado o chopp com os amigos, indo em um bar karaôke? Além de colocar o papo em dia, ainda solta a voz e dá show. O Kabareh, o The Voice Bsb e Yes Club são alternativas. Não gosta de cantar? Então imagina ir em um pub com jogos de tabuleiro disponíveis para jogar com a sua galera. Isso mesmo! O Carcassonne, a Ludoteca e o Moebius Café disponibilizam jogos como War, Detetive, Bang, Quebra-Cabeças, Perfil, Banco Imobiliário, RPG’s, Uno entre vários outros para os clientes se divertirem.

 

 

Baladas dos alternativos.

Alternativos

A Brasília dos alternativos conta com uma enorme diversidade de bares.

 

A Brasília dos alternativos é feita de eventos bem diversificados e interessantes que vai do Beco do Jazz (música) ao Piknik (feira) e ao Chef nos Eixos (gastronomia). Mas quando o assunto é balada, além das festas alternativas que se distribuem ao longo do ano inteiro, ainda encontramos endereços bem segmentados, dedicados a certos nichos de público mas que acaba agradando muita gente.

 

O primeiro exemplo disso é o Victoria Haus, uma casa noturna no SAAN (próximo ao Noroeste) com festas temáticas dedicadas ao público LGBT. No entanto, a vibe animada regada a muita música pop contagia outros alternativos que não perdem uma boa balada.

 

O segundo exemplo é o Toinha no SOF Sul, uma casa de shows de rock que recebe grandes atrações nacionais e internacionais (principalmente de heavy metal) com uma programação extensa de eventos que acaba conquistando vários públicos.

 

 

Cinema alternativo.

 

Se você está cansado dos blockbusters da temporada e ficou órfão do antigo Cine Academia, saiba que Brasília ainda dispõe de um circuito alternativo de filmes interessante que engloba o Cine Brasília (1 sala com 619 lugares), Cine Cultura (4 salas) e Espaço Itaú (9 salas).

 

Além disso, vale a pena ficar de olho em mostras de filmes recorrentes no CCBB e nas embaixadas, além de eventos como o cinema na piscina de ondas do Parque da Cidade e o Cinema ao ar livre. Agora se você gosta de filme pipoca mas procura assistir em um lugar diferente, Brasília conta com o último Cine Drive-in da América do Sul. Lugar onde você assiste o filme sem sair de dentro do carro.

 

 

A meca da Brasília dos alternativos.

Conic Brasília

Conic. Imagem: Ká Ká Guimarães/ Divulgação via G1

 

 

Para terminar, não poderíamos deixar de citar a meca dos alternativos de Brasília: o Conic. Além de contar o Teatro Dulcina, é ali que se localiza a maior concentração de lojas alternativas da cidade. Tem de tudo para todas as tribos. Desde lojas de camisetas descoladas até lojas exclusivas para skatistas, rokeiros, rappers, etc. Se você quer começar a desbravar a Brasília dos alternativos, aqui é a sua porta de entrada.

 

 

Outros artigos.

 

Brasília, cidade criativa em design.

 

Os blocos de carnaval de Brasília.

 

Design inspirado em Brasília

 

Embaixadas em Brasília.

 

O Parque da Cidade de Brasília.