fbpx

As revoluções tecnológicas como a Indústria 4.0 e as mudanças nos hábitos de consumo das pessoas permitiram que as empresas tivessem acesso a um volume colossal de dados que possibilitam ao mercado entender melhor as demandas e tendências.

 

A inteligência imobiliária surge nesse contexto para filtrar e analisar os dados coletados buscando maximizar a experiência de consumo dos futuros proprietários, influenciando diretamente na concepção dos novos empreendimentos.

 

 

O que é inteligência imobiliária?

 

A inteligência imobiliária é a ciência por trás do mercado que analisa os padrões e dinâmicas dos imóveis de uma determinada cidade ou região visando gerar vantagens competitivas para as incorporadoras, construtoras e imobiliárias.

 

A diferenciação se dá exatamente no desenvolvimento de produtos mais adequados para as aspirações de clientes e investidores, sendo humanizados com soluções customizadas para uma determinada realidade e, por conta disso, mais eficazes.

 

Isso é possível porque a inteligência imobiliária realiza análises e pesquisas que otimizam cada decisão tomada, fornecendo informações mais precisas e rápidas para os gestores, arquitetos e corretores, em um universo repleto de variáveis.

 

 

Empregando a inteligência imobiliária.

 

O primeiro desafio para o melhor emprego da inteligência imobiliária é como a organização vai gerir os dados obtidos. Lida-se com volumes cada vez maiores de informações oriundos principalmente da atividade de milhões de usuários da internet.

 

Algumas empresas já utilizam ferramentas de Big Data que segmentam os dados para que os gestores tenham acesso a um recorte mais preciso do que procuram. Com isso, aplicam metodologias de inteligência na construção do negócio, direcionando o seu desenvolvimento para um modelo customer-centric, em que o cliente é o coração do projeto.

 

O uso correto desses dados para se obter segmentação de clientes, design de serviços e soluções competitivas resulta na boa aplicação da inteligência imobiliária que existe por trás dos novos empreendimentos.

 

 

Construindo bons empreendimentos.

 

A inteligência imobiliária se torna um instrumento determinante na hora de se traçar prioridades ao longo do desenvolvimento do projeto, envolvendo soluções mais específicas para a futura rotina dos empreendimentos.

 

É graças a ela que hoje é possível empregar serviços de compartilhamento, automações e sistemas inteligentes em novos lançamentos, viabilizando endereços autênticos, sob medida para públicos específicos desde o posicionamento até o menor dos diferenciais.

 

Além de segmentar, a inteligência imobiliária também otimiza tempo e recursos para as incorporadoras e construtoras, tornando o investimento do empreendimento mais acessível e, por consequência, mais interessante do ponto de vista do custo-benefício entre o que é ofertado e o preço. Uma diferenciação bastante competitiva que traz inúmeros benefícios para o cliente.

 

 

Outros artigos.

 

A importância de um projeto bem elaborado

 

A tecnologia está revolucionando a construção civil.

 

A importância da empatia no mercado imobiliário.