fbpx

A energia solar é proveniente do calor e da luz do sol, sendo uma energia eletromagnética que pode ser convertida em energia útil, tendo como principais aplicações a térmica e a elétrica. Isto é, pode ser utilizada para o aquecimento de água em chuveiros e piscinas, bem como em energia elétrica para residências, comércio e até para a indústria.

 

O Brasil está descobrindo agora o seu potencial energético para esta fonte de energia limpa e contínua, investindo pesado nos últimos anos em uma infraestrutura de produção energética cada vez maior.

 

Neste artigo abordaremos as vantagens da energia solar e porque é uma fonte cada vez mais presente em nossa realidade, com a colaboração do analista de negócios da Fazsol, Victor Junqueira.

 

 

Uma fonte de energia limpa que não para de crescer.

 

Fontes de energia limpa, ou renováveis, são aquelas que não produzem GEE (Gases de Efeito Estufa) durante a geração de energia. Exemplos dessas fontes renováveis são a hidráulica (Hidrelétricas), a solar e a eólica. As duas últimas não interferem na natureza ao seu redor para produzirem energia, sendo fontes sustentáveis, já as usinas hidroelétricas geram impacto ambiental maior.

 

Por isso, a energia solar desponta como a melhor alternativa energética em um país com as condições climáticas favoráveis como o Brasil. A previsão para 2020 é de que o nosso país contará com 174 mil sistemas fotovoltaicos on-grid, o que representa 0,21% do total das unidades consumidoras do Brasil [1].

 

Sob a ótica da matriz energética brasileira, hoje a energia solar fotovoltaica representa 1,5% de toda a energia produzida no Brasil.

 

Em países bem menos ensolarados, como Alemanha, Japão, Reino Unido e diversos estados dos EUA, bem como em países em desenvolvimento, como Índia e China, os números de sistemas já ultrapassaram a marca de um milhão. Na Austrália, uma das líderes no uso da tecnologia em domicílios, uma em cada quatro residências já gera a sua própria eletricidade a partir do sol, ou seja 25% da sociedade já está integrada a este novo cenário do século 21.”

 

Até fevereiro de 2020, o Brasil já possuía quase 5.000 MW de potência instalada de usinas solares fotovoltaicas. Nélio Alves, Diretor da Fazsol, acrescenta: “Sendo que um fator que auxiliou na decisão do mercado brasileiro em investir na implantação de usinas solares foi a recente crise hídrica que resultou em um aumento substancial da tarifa de energia elétrica no Brasil. Enxergar a geração de energia solar como alternativa para corte de gastos e, ainda, alinhado à uma fonte renovável de energia vêm tornando a energia solar um dos pivôs da transformação da matriz energética brasileira.”

 

 

Uma fonte de energia inteligente.

Fontes de energia limpa

Usinas Solares da Fazsol no DF

A energia solar também é mais vantajosa que as fontes fósseis (como carvão, petróleo e nuclear) por não se esgotar, não dependendo de um recurso natural finito. Mesmo a energia hidráulica é impactada nos períodos de seca, quando os rios diminuem seu fluxo.

 

Estima-se que cerca de 15% da energia emitida pelo sol sobre a terra é refletida de volta, enquanto 30% é perdida na evaporação da água para a condensação das chuvas e outro tanto é absorvida pelas plantas. O restante está disponível gratuitamente para a humanidade.

 

 

Vantagens da energia solar.

 

A primeira vantagem da energia solar é que ela é boa para todo mundo, uma vez que se trata de uma fonte limpa que não polui para produzir e utilizar. Além disso, até a poluição resultante da fabricação dos painéis solares é restrita.

 

A segunda grande vantagem é a econômica. O uso de sistemas de geração de energias solar fotovoltaica promove uma maior previsibilidade nos gastos com energia elétrica. Tendo em vista que o comportamento das tarifas de energia no Brasil só tendem a aumentar com o decorrer do anos, o fato de produzir a sua própria energia mitiga, ou reduz, o risco de aumentar os custos com consumo de energia em casa ou em empresas e indústrias.

 

A terceira vantagem é a flexibilidade e a facilidade para a instalação de usinas de energia solar. “Uma usina de energia solar possui certa flexibilidade de localidade para ser instalada, diferentemente de outras fontes de energia renovável como a eólica, por exemplo. Essa fonte de energia precisa de um local com ventos constantes e estudos que variam de 2 a 3 anos antes da implantação da usina, enquanto que a solar precisa de um local com boa insolação para ser instalado, situação abundante no Brasil”, explica o analista de negócios da Fazsol, Victor Junqueira.

 

Outras vantagens são a baixa necessidade de manutenção, os custos cada vez menores para aquisição de painéis que por sua vez estão cada vez mais eficientes e a viabilidade de produção em todo território nacional, inclusive em áreas remotas. Em resumo, todo mundo sai ganhando ao se investir em energia solar.

 

 

FazsolEnergia Solar

Nélio Alves Pereira, diretor da Fazsol Energia Solar.

 

A Fazsol nasceu do ímpeto de aproximar as pessoas de uma fonte de energia renovável. Atuando no nicho de empresas que gostariam de economizar nos seus gastos com energia e reduzir o impacto ambientais de suas atividade econômicas, a Fazsol projeta concluir mais de 300 MWp de usinas solares fotovoltaicas até o fim de 2025.

 

 

[1] Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica

 

Imagens do texto sedidas pela Fazsol Energia Solar.

 

 

Outros artigos.

 

O que é energia limpa?

 

Vivendo em um mundo mais compartilhado

 

O consumo consciente e a redução do lixo.