fbpx

Ter um apartamento na praia para passar as férias e feriados é um desejo compartilhado por diversas pessoas. Afinal, quem não gostaria de chegar na sacada do seu próprio imóvel e se contagiar com a energia que o clima praiano propicia, ao ver o mar dividindo a linha do horizonte com o céu?

 

Esse privilégio, embora acessível, demanda compromisso que se traduz em diversos cuidados para com o imóvel, de modo que ele não se degrade com algumas características específicas das regiões litorâneas que podem trazer muitas dores de cabeça para o proprietário.

 

Abaixo, separamos alguns aspectos que merecem uma atenção maior e dicas de como lidar com eles para que o seu imóvel não deixe de ser o cenário do seu sonho.

 

 

Maresia.

 

A maresia é uma névoa fina, úmida e salgada que traz o sal do mar pelo ar e acumula na superfície de janelas, móveis e eletrodomésticos. Esse spray com gotículas de sal da água do mar tem um alto poder de corrosão, acelerando diversos danos em seu apartamento.

 

Como a maresia é frequente, observa-se logo um processo acelerado de ferrugem que ataca esquadrias de metal e equipamentos eletrônicos. Além disso, ainda há partículas de sujeira trazidas pela maresia, como a argila e materiais orgânicos decompostos que se acumulam principalmente nas janelas.

 

Como proteger o apartamento?

Imóvel na praia

A limpeza tem um papel importante no combate aos efeitos da maresia.

 

Limpeza.

 

Antes de tudo, a limpeza é o primeiro passo para retirar os acúmulos dessas gotículas que a maresia convida para o interior do imóvel. Use panos úmidos para limpar os resíduos das superfícies de móveis, pisos e janelas. Esse simples cuidado pode prolongar bastante a vida útil de diversos objetos.

 

As superfícies metálicas devem ser limpas com sabão neutro e em seguida com um pano seco, enquanto que para os eletrodomésticos é indicado uma camada de silicone líquido.

 

Menos ferro.

 

Opte por móveis, divisórias, esquadrias e objetos em alumínio, PVC e madeira. Além de permitir combinações incríveis para a sua decoração, são mais adequados ao clima praiano.

 

 

Eletrodomésticos.

 

Mantenha os aparelhos eletrônicos como TV, Blue Ray, aparelho de som, etc, mais afastados de janelas e sacadas. Essa distância ajuda a proteger os equipamentos da corrosão. Faça isso principalmente com o computador. Para se prevenir contra danos, evite deixá-lo em locais com  muita circulação de ar e utilize capa de proteção para cobri-lo quando não estiver usando.

 

 

Móveis.

 

Você não precisa abrir mão dos seus móveis de madeira. Basta aplicar óleos de peroba e lustra-móveis para protegê-los. E se possível, aplique verniz naval com regularidade.

 

 

Tintas.

 

Na parte interna utilize tintas acrílicas semibrilho capazes de amenizar os efeitos da maresia. Além de possui boa resistência e permitem que as paredes “respirem”. Massas misturadas com tintas também ajudam na preservação do espaço, sendo populares por darem o efeito de textura.

Tomando os cuidados necessários para a conservação do imóvel, a sua única preocupação passa a ser se divertir nas férias.

 

Metais.

 

Confie, o alumínio vai combinar bem com o seu apartamento na praia. É um metal sofisticado e versátil. Quando tratado com uma camada de pintura eletrostática fica ainda mais protegido contra a ferrugem. Já em corrimões e guarda-corpos, utilize aço inoxidável.

 

Para torneiras e aparadores de toalha empregue o latão, mais resistente que ferro, que também pode ser usado, desde que seja tratado com anticorrosivo e receba uma pintura com esmalte sintético, aumentando sua resistência.

 

 

Pisos.

 

Recorra ao porcelanato. É um piso mais resistente e diversificado em modelos, permitindo diversas alternativas para combinar com a sua decoração enquanto disfarça os efeitos do sal. Caso você não abra mão de um piso de madeira, aplique verniz naval nas áreas mais expostas ao sol e à maresia.

 

 

Janelas.

 

As janelas são as peças que mais sofrem coma maresia. Por isso é indicado que seja de de aço inoxidável ou alumínio.

 

 

Gostou dessas dicas? Veja outros artigos que possam interessar:

 

Imóvel na praia.

Vai deixar o apê para viajar? Deixe-o em segurança.

 

Imagens do post: Shutterstock (foto em destaque) e FreePik