fbpx

Chega o verão e com ele aquele calor úmido e abafado típico da estação. A primeira ideia é recorrer logo ao velho ventilador ou instalar de uma vez o tão sonhado ar-condicionado. No entanto, antes de partir para estas opções, será que não é possível deixar o seu apartamento mais arejado?

 

Afinal, otimizar a circulação natural do ar é a forma mais sustentável e barata para se combater o calor no seu ambiente. Além de economizar energia, ainda utiliza um recurso que está disponível gratuitamente para todos.

 

A seguir, separamos algumas dicas para que você consiga manter o seu apartamento arejado no verão.

 

 

Convide o ar para dentro de casa.

 

Antes de tudo, abra as janelas! Convide o vento para dentro do seu ambiente trazendo o frescor tão desejado. Principalmente no período noturno, pois assim você permite que as brisas noturnas circulem pelo espaço.

 

Se o apartamento é vazado, confira se você abriu tanto a via de entrada quanto a via de saída do vento, permitindo uma boa ventilação cruzada, de modo que o ar atravesse o imóvel de ponta a ponta trazendo aquela sensação refrescante.

 

 

Elimine os obstáculos.

 

Para que a corrente de ar se estabeleça com eficácia é preciso evitar barreiras que a impeçam de passar. Neste caso, a obstrução pode ser desde uma porta fechada até móveis muito grandes. Por isso, remova tudo o que possa impedir essa ventilação.

 

 

Regule a entrada do sol.

Ventilação natural

É importante dosar a entrada de calor pela janela.

 

Neste aspecto, quem tem o apartamento voltado para o nascente conta com uma grande vantagem em relação aos imóveis virados para o poente. O calor da tarde é muito mais difícil de se administrar.

 

E aqui vai uma dica importante: se por um lado abrir as janelas de vidro sejam fundamentais para o ar entrar, por outro lado, feche  parcialmente as cortinas e as persianas com o intuito de se evitar que a incidência do sol esquente os móveis, pisos e paredes.

 

 

Tenha plantas em sua decoração.

 

As plantas são aliadas importantes na gestão do frescor do ambiente já que são capazes de diminuir a temperatura dos cômodos. Pesquise por arranjos que se encaixem na sua decoração, tendo sempre o cuidado de não deixar uma planta muito grande também se tornar um obstáculo para o ar.

 

 

Cuidado com a iluminação e outras fontes de calor.

 

Valorize a iluminação natural, mas evitando a incidência direta do sol. Além disso, opte por lâmpadas de Led e outras alternativas de iluminação que não gerem muito calor. Equipamentos eletrônicos também são fontes de calor e podem influenciar (e muito) na temperatura do ambiente. Evite ligá-los sem necessidade.

 

 

 

Outros artigos:

 

Dicas para organizar seus livros no apê.

 

Cinco dicas para receber uma visita com vinho.

 

Pintar o apartamento: 3 dicas para fazer isso sozinho.