fbpx

A decoração em estilo vintage une nostalgia e romantismo para compor ambientes únicos, conjugando um design atemporal de objetos e mobiliário com elementos modernos. Combina sofisticação com despojamento para compor espaços com forte personalidade, e na medida certa para quem adora tudo aquilo que nunca sai de moda.

 

O vintage resgata peças de mobiliário originais que não sofreram modificações e modernizações. Estamos falando daquele móvel que toda família tem, herança da vó ou da bisa, e que pode ser reincorporado em  uma nova decoração.

 

Neste artigo vamos abordar o que é o vintage, sua diferença para a decoração em estilo retrô e sobre como utilizar essas peças antigas na hora compor o novo visual da sua casa.

 

 

O que é o estilo vintage?

Estilo vintage

Imagem: reprodução via GGEM DESIGN CO.

 

Vintage é uma palavra de origem inglesa que durante muito tempo estava associado ao mundo dos vinhos, sendo um termo empregado para indicar colheitas de uvas e suas melhores safras. Com o tempo, no entanto, foi incorporada ao jargão do design, da decoração, da moda e da arquitetura.

 

Hoje em dia, vintage é usado para denominar o resgate de peças antigas com características clássicas, de design atemporal, e em bom estado original. Itens fabricados no século XX, geralmente entre as décadas de 20 e 60, embora não se exclua atualmente peças icônicas dos anos 70 e 80.

 

O estilo agrada tribos bem variadas, caindo como uma luva para quem ama um clima nostálgico. Obtendo-se uma decoração cuja dinâmica contrasta o antigo com tendências modernas, como o clean, a tecnologia e o industrial. Resultando em ambientes carregados de charme e história.   

 

 

Vintage não é retrô.

Estilo vintage

Imagem: reprodução via FEMKE PASTIJN

 

A decoração vintage não pode ser confundida com o estilo retrô, algo que ocorre com muita frequência. Diferente do que algumas pessoas imaginam, as duas tendências são coisas distintas e funcionam de forma bem diferente na hora de decorar, partindo de conceitos diferentes.

 

Para que não fiquem dúvidas, o estilo vintage é baseado no resgate de mobiliário e peças originais de uma época, enquanto o retrô consiste na releitura atual de um estilo antigo ou do passado. Ou seja, o decor vintage trabalha com peças de época mesmo.

 

Por isso, decorar um apartamento usando o estilo vintage exige dedicação e um pouco de tempo, garimpando peças no acervo da família que estão deixados de lado, bem como sair em busca delas nos brechós, feiras, galerias e antiquários disponíveis na sua cidade.

 

 

Como usar o estilo vintage na decoração.

Estilo vintage

Imagem: reprodução via AGENT BAUER

 

O estilo vintage se insere bem em qualquer cômodo da casa. Nos quartos, salas, cozinha, banheiro, varandas e no escritório. Basta que se priorize peças clássicas com um design cheio de personalidade.

 

Comece pelo mobiliário da sala, com um sofá pé-palito, uma poltrona ou cadeira (inclusive de balanço). Pode ser a mesa, um hack, uma arca ou uma cômoda. Luminárias e  abajures bordados também evocam o vintage para o ambiente. Uma peça cada vez mais recorrente são malas antigas, em diferentes formatos, que podem ser empilhadas ou propositalmente deixadas num canto como que esquecidas ali.

 

Outras peças nostálgicas interessantes que casam bem com o estilo são toca-discos e coleções de vinis, gaiolas, pôsteres originais, retratos antigos, relógios e rádios da época. Você pode buscar ainda peças feitas à mão como o crochet e patchwork, além de montar arranjos de flores  em garrafinhas de vidro ao invés de vasos. Só não exagere.

 

Por último, agregue história! A vantagem de se começas a decoração com objetos da família é a possibilidade de trazer as suas raízes e histórias para o meio da sala.

 

 

Imagem destaque: reprodução | GGEM DESIGN CO.

 

 

Outros artigos relacionados.

 

Como utilizar painéis de madeira na decoração.

 

O que é decoração em estilo industrial?

 

Como combinar as cores na decoração da sua casa.

 

Decorando o apartamento de praia.

 

Objetos de design que encantam na decoração.