fbpx

O conceito moderno de escritório inteligente passou por uma grande revolução disruptiva nos últimos dez anos, transformando completamente os espaços corporativos. Se antes se privilegiava a padronização, a individualidade e a sofisticação, as novas tendências chegaram derrubando paredes e velhos paradigmas, mudando não só a forma como ocupamos os centros empresariais, mas também o jeito como trabalhamos agora.

 

Estas transformações demandaram novas soluções de arquitetura, novas tecnologias, Internet das Coisas e toda uma readequação das rotinas de trabalho. Resultando em espaços corporativos completamente diferentes, além de dinâmicas totalmente novas para o compartilhamento de espaço, resultando em novas soluções como os coworkings.

 

Somente em 2019, “foram construídos 6.900 milhões de metros quadrados destinados a espaços de escritório, consolidando um aumento de 12% em relação ao ano anterior, segundo um estudo realizado pela Avison Young que pesquisa o mercado imobiliário de escritórios a América do Norte, Europa e Ásia.” [1]

 

A seguir, citamos algumas tendências que vieram para ficar nos modernos escritórios inteligentes.

 

 

Ambientes diferenciados.

 

Arquitetos, engenheiros e designers de interiores têm trabalhado todos os dias para tornar os velhos ambientes corporativos, tão frios e quadradões, em espaços que privilegiam o conforto, a interação e a eficiência. Para isso é necessário repensar projetos de iluminação, acústica e até a ergonomia.

 

Por exemplo, quando se obtém o nível correto de iluminação para uma determinada tarefa, temos como resultado um maior desempenho do trabalhador que a realiza ao mesmo tempo que se minimiza a fadiga. Parece simples de resolver, porém, quando você leva em conta que precisa aumentar a funcionalidade do projeto de iluminação sem ignorar a necessidade de se reduzir os custos de uso de energia e manutenção; e ainda deve encontrar soluções estéticas que tornem o ambiente mais aconchegante, bonito e agradável, percebe-se que o desafio não é nem um pouco fácil.

 

Locação corporativa

Os novos escritórios se preocupam em integrar os colaboradores com maior conforto e tecnologia.

 

 

Espaços cada vez mais compartilhados.

 

Independente de se tratar de um coworking, os novos escritórios inteligentes são totalmente desenhados para proporcionar um maior encontro entre as pessoas, com espaços cada vez mais amplos e abertos, compartilhados por muitos profissionais.

 

Se por um lado esta interação se tornou uma constante, o desafio de minimizar o excesso de barulho ficou ainda maior. Logo, buscar materiais acústicos que absorvam o ruído, ou que tornem o entorno acusticamente agradável, passou a ser muito mais importante.

 

Como já abordamos no artigo sobre Conforto acústico, “o desempenho dos materiais pode atenuar ou acentuar o problema, isolando ou amplificando a conversa dos vizinhos no cômodo ao lado, os passos de alguém no apartamento de cima e até o barulho oriundo das ruas. Por isso, a escolha adequada dos materiais combinado a um projeto inteligente pode promover um maior conforto em relação aos barulhos externos, bem como minimizar ruídos gerados dentro do próprio ambiente”.

 

Maior funcionalidade e ergonomia.

Locação corporativa

Criar ambientes mais acolhedores aumentam a produtividade dos colaboradores.

 

Ao se favorecer o desenvolvimento de um espaço laboral bem projetado, buscando soluções personalizadas para se otimizar ao máximo a funcionalidade do escritório, fica fácil proporcionar uma série de benefícios para a empresa, bem como para os colaboradores e clientes.

 

A combinação entre o design inteligente que compõe os espaços com criatividade e a funcionalidade das instalações para o desenvolvimento das tarefas, resulta na integração perfeita entre o ambiente e o trabalho.

 

Isso tudo sem ignorar a importância da ergonomia, cujas técnicas buscam adaptações adequadas ao ambiente corporativo, aumentando o desempenho dos profissionais, e evitando acidentes, estresse e fadiga no cotidiano. Além, é claro, de deixar tudo ao alcance das mãos.

 

[1] Fonte: ArchDaily

 

 

Outros artigos.

 

Locação corporativa

A invasão dos espaços de coworking.

A revolução da Internet das Coisas no mercado imobiliário.

Apartamentos inteligentes.