fbpx

Logo ali, apenas 11 Km da Esplanada dos Ministérios, você encontra a qualidade de vida do Plano Piloto a um pulo de distância. Estamos falando do Guará, bairro feito de muitas casas e bons vizinhos, onde as pessoas crescem juntas, dividem memórias e vivem uma boa vida com orgulho da vizinhança.

 

“O Guará me encantou pela disponibilidade das pessoas, pela proximidade entre vizinhos e pelo calor humano”, explica Igor Ferreira, jornalista que trocou a Asa Sul pelo Guará há 5 anos.

 

Dividido em Guará I e II, as duas regiões têm o mesmo perfil classe-média com alto poder aquisitivo e alta escolaridade, sendo que 87% dos domicílios têm um automóvel, 83% internet e 65% assinatura TV à Cabo[1], se assemelhando bastante ao perfil dos moradores das asas de Brasília.

 

 

cil acesso mobilidade.

Guará, um pouco de Brasília fora do Plano Piloto.

Vista antiga do Guará. Imagem: Arquivo Público do Distrito Federal.

 

O Guará é conectado ao Metrô com a Estação Guará e Estação Feira, com a linha passando bem na divisa entre a região 1 e 2, e com acessos rápidos pela EPGU e pela EPTG. Diferencia-se pelo bom trânsito nas suas via internas, fluindo bem melhor que muitos dos demais bairros com o mesmo perfil no Distrito Federal.

 

Todavia, como 62% dos moradores se deslocam de carro, a EPGU tem seus momentos de tráfego intenso e lentidão, tanto de manhã vindo para a área central quanto voltando no final do dia. “Às vezes levo de 15 a 20 minutos para atravessar do zoológico ao Guará na hora do trânsito”, desabafa Bruno Lopes, contador. “Mas depois desse trecho tudo anda, não ficando preso em outro engarrafamento dentro do bairro.”

 

 

Primeira opção fora do Plano Piloto.

 

“Pesquisando por imóveis me surpreendi com as opções disponíveis no Guará, principalmente os novos prédios que possuem excelente infraestrutura, lazer caprichado e uma arquitetura arrojada”, explica Igor Ferreira. “E tudo isso com um preço muito mais interessante! Pesquisei o Jardim Botânico e outros bairros próximos ao Plano e o Guará possui de longe o melhor custo-benefício”.

 

O bairro, originalmente composto quase que exclusivamente de casas, já se transformou, passando a ter mais apartamentos, cerca de 50,68% dos seus 47 mil domicílios. Resultado de uma verticalização recente que permitiu prédios de 20 andares na região.

 

 

Um bairro que surpreende.

Guará, um pouco de Brasília fora do Plano Piloto

Os novos condomínios combinam qualidade de vida com segurança na região.

 

Se no início o que chama atenção é o custo-benefício e a qualidade de vida, o que acaba surpreendendo para quem opta pela vizinhança é a vida pulsante no bairro.

 

Seja pelas pessoas usufruindo dos parques urbanos, como o Parque Ecológico do Guará, com uma área de 13 hectares, o Parque Ecológico e Vivencial Bosque dos Eucaliptos e o Parque Vivencial Dener. Seja pelas coisas únicas do Guará, como a Feira e o Kartódromo.

 

E principalmente, o bairro que é um dos mais tranquilos do Distrito Federal, também possui uma das vidas noturnas mais interessantes do Distrito Federal, com muitos bares e restaurantes, eventos musicais e o Teatro Arena.

 

O Guará ainda conta com o principal centro de compras de Brasília, o Parkshopping, tendo ao seu lado o Casa Park, que embora tenha decoração como segmento principal, também dispõe cinemas (Itaú Cultural), a Livraria Cultura e boas opções de gastronomia.

 

 

Guará, um lugar para se viver bem!

 

“Se estou satisfeito com a escolha? Definitivamente sim. O bairro me agrada cada vez mais”, conclui Igor Ferreira. E como ele, muitos outros brasilienses têm se apaixonado pelo Guará e o escolhido como residência, por encontrar ali a qualidade de vida oferecida no Plano Piloto, com infraestrutura completa de comércio e clínicas, porém, com um algo a mais que é o calor humano de pessoas que amam viver no bairro.

 

 


[1] Fonte: PDAD Codeplan
Imagem em destaque: Tony Winston/ Agência Brasília via Jornal de Brasília