fbpx

Você sabe que mais cedo ou mais tarde vai precisar de um corretor de imóveis, cobrindo esse profissional com expectativas enormes. Coisas do tamanho do sonho de comprar o primeiro apartamento, do desespero de vender um imóvel rápido na hora do aperto financeiro ou mesmo de conseguir “aquela negociação” que viabiliza, enfim, sua mudança para bem longe do vizinho chato.

 

Mas lembre-se: nestas ocasiões em que o seu coração bate descontrolado, ansioso, animado ou apavorado, o corretor, por mais que queira ser o super-herói que você espera, continua sendo gente. Com limitações, dificuldades e desafios que são inerentes à profissão como em qualquer mercado. E com sentimentos também.

 

Por isso, nesse “Dia do Corretor de Imóveis” vamos fazer um exercício de empatia para entendermos melhor as responsabilidades e o cotidiano desse profissional, entendendo melhor o que ele pode fazer por você quando chegar a sua vez de precisar de ajuda.   

 

 

 

O que é um corretor de imóveis?

Funções do corretor de imóveis

O corretor de imóveis atua para trazer conveniência ao processo de vendas.

 

Dentre as principais responsabilidades e deveres autorizado pelo CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) para essa função, destacamos “a intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis, podendo ainda, opinar quanto à comercialização imobiliária” de acordo com o art. 3º da Lei 6.530/78.

 

Além disso, a Lei nº 12.236 de 19 de maio de 2010, que altera o art. 723 do Código Civil, define que são obrigações de um corretor de imóveis:

 

  • Checar a autenticidade dos documentos do imóvel e do proprietário, e repassar as informações para o comprador;
  • Pesquisar e apresentar todas as certidões necessárias à transação, inclusive sobre pendências como dívidas de condomínio, dívidas com concessionárias de serviços públicos como água, luz e gás. Também parcelas de financiamento inadimplentes com a construtora ou instituição financeira, taxas de mobiliário de áreas comuns e de entrega do imóvel, além de dívidas de IPTU e ações judiciais contra o proprietário;
  • Conhecer e cumprir com zêlo o Código de Ética da classe;
  • Responder civil e penalmente por atos que causem algum dano ao comprador, que tenham sido causados por imperícia, imprudência, negligência ou infrações éticas.

 

 

 

E como o corretor de imóveis atua cotidiano?

Funções do corretor de imóveis

O corretor de imóveis é um negociador profissional, capacitado para realizar a melhor venda.

 

O corretor de imóveis é um intermediador, coordenando a aproximação das partes e o êxito da negociação entre elas, sempre atento ao que os envolvidos buscam no negócio. Sua atuação começa com a captação de um imóvel para venda, sendo responsável por apresentá-lo adequadamente aos interessados.

 

Atuando junta ao proprietário do imóvel, o corretor de imóveis inicia o processo de venda realizando uma avaliação do patrimônio. Processo que inclui vários fatores de referência bastante objetivos para o cálculo. No entanto, é preciso considerar também diversas outras variáveis subjetivas que demandam certo conhecimento e vivência de mercado para se obter a referência correta de preço para o imóvel.

 

Também é responsável pela divulgação do imóvel, seja em classificados de jornal, portais de internet, faixas ou redes sociais. E por agendar visitas, filtrando os interessados dos curiosos, estando à disposição para receber os compradores in loco e para apresentar o imóvel.

 

Junto ao comprador, o corretor de imóveis oferta a unidade selecionada, bem como outras alternativas de compra que atendam o perfil do cliente. Encontrando alternativas sob medida para as demandas cotidianas e necessidades específicas da família em busca de um novo endereço.

 

Sendo um mediador de interesses, o corretor de imóveis passa a maior parte do tempo dividido nessa rotina de ofertar o imóvel do proprietário e selecionar opções para o comprador. Sua experiência de mercado colabora para que ele atue comum consultor, aconselhando de forma assertiva as duas partes interessadas. E concluindo uma negociação, o corretor é responsável pela análise dos documentos e por orientar toda a burocracia que levará a finalização da venda.

 

Por último, o corretor de imóveis é um profissional que traz conveniência aos envolvidos em uma negociação imobiliária. Poupa o tempo, agiliza o processo, facilita a negociação e ainda mantém as pessoas livres de inúmeras ligações diárias que tomam muito tempo. Por isso, celebremos o papel desse profissional, confiantes de que podemos sempre contar com a assessoria desse profissional em um momento de tantas expectativas em nossas vidas.   

 

 

Outros artigos interessantes:

 

Medo de comprar imóvel?

 

A realidade virtual no mercado imobiliário.

 

Projeto ano novo, apartamento novo

 

O que faz um engenheiro civil?

 

Até onde vai a construtora e quando começa o condomínio.