O novo protagonismo das mulheres no mundo.

Algumas pessoas têm chamado de “Primavera das mulheres”, outros dizem que é resultado da assimilação do feminismo pela sociedade, enquanto há quem prefira usar o termo  empoderamento. Independente da visão de cada um, uma coisa não pode ser ignorada: as mulheres tomaram o protagonismo para si. E quando dizemos “tomaram” significa que está sendo por meio de uma luta mesmo, um confronto diário que acontece em ambientes domésticos e corporativos, nas ruas, nos costumes e nas relações interpessoais. Após séculos relegadas ao papel de coadjuvante, roubando a cena em momentos muito singulares como fizeram Marie Curie, Jane Austen, Amélia Earhart e Chiquinha Gonzaga, agora as mulheres clamam por equidade de direitos, oportunidades e reconhecimento. E não se engane, não se trata de uma luta por espaço, é uma luta por justiça.