fbpx

Mobiliário assinado, ou mobiliário com assinatura, é uma tendência de decoração que ganhou bastante espaço nos ambientes projetados pelos mais conceituados designers de interiores nas edições regionais da Casa Cor deste ano. Trata-se de objetos como mesas, cadeiras, sofás, estantes, etc, desenvolvidos com um conceito por um designer, dando um sentido maior ao conjunto da decoração.

O mobiliário assinado não se trata necessariamente de uma peça artesanal. É possível ao designer industrializar uma peça cuja aceitação pelo público gere demanda de mercado.

Um exemplo disso é a icônica cadeira Barcelona, assinada por Mies Van der Rohe em 1929, cujo design é objeto de desejo da decoração até os dias de hoje. Ao ser pioneiro no desenho de móveis com estrutura tubular, Van der Rohe conseguiu uma solução que permitiu produzir a poltrona em escala industrial.

Contudo, as grandes realizações do mobiliário assinado sobrevivem ao tempo, extrapolando a sua finalidade primeira de objeto de decoração para cortejar o status de obra de arte.

 

Características do mobiliário com assinatura.

Design exclusivo: a ideia autoral é o grande diferencial desses objetos, pensados com um design icônico e repleto de personalidade para capturar a atenção toda para ele.

Pesquisa de materiais: os móveis assinados geralmente são resultado de uma exaustiva pesquisa de materiais que permita ao designer viabilizar o conceito imaginado com leveza, resistência e durabilidade.

Acabamento diferenciado: é no detalhe que as peças com assinatura mais surpreendem, tendo um acabamento cuidadoso e artesanal.

 

Mobiliário assinado no Brasil.

No Brasil, tivemos renomados designers modernistas desenhando móveis que se eternizaram na cultura brasileira, como é o caso, só para citar alguns, de Sérgio Rodrigues e sua Poltrona Mole, Paulo Mendes da Rocha e sua Cadeira Paulistano, Lina Bo Bardi e a cadeira Bowl, e Jorge Zalszupin com sua poltrona dinamarquesa.

Na história recente do design brasileiro, temos muitos nomes já consagrados como os Irmãos Campana, Zanini de Zanine, Rahyja Afrange, Jader Almeida e Roberta Rampazzo, além de diversos estúdios autorais como a Outra Oficina de São Paulo e a 80e8 da dupla Antônia Almeida e Fábio Esteves.

Com a consolidação do mercado de mobiliário assinado, diversas lojas especializadas neste segmento já se espalham pelo Brasil, estreitando o acesso do consumidor com os designers.

 

Samuel Lamas, destaque da Casa Cor Brasília 2018.

Samuel Lamas, designer brasileiro destaque na Casa Cor Brasília 2018 pelo mobiliário assinado.

 

O brasiliense Samuel Lamas é graduado pela Università degli Studi di Roma e possui um estúdio de criação nas áreas de arquitetura, engenharia e design.

Começou a trabalhar com mobiliário ao reformar peças de renomados designers modernistas brasileiros, que adquiria por meio de leilões. De tanto estudar, decidiu experimentar desenvolver os próprios projetos.

A ideia inicial era desenhar peças para sua coleção pessoal e alguns móveis para os seus clientes de projetos de interiores. Mas suas obras logo tiveram repercussão em veículos especializados, tendo sua linha inaugural publicada na Casa Vogue.

 

Peça de mobiliário por Samuel Lamas

 

Apaixonado por materiais, estudou-os com afinco para extrair deles o maior desempenho possível para o seu design. “Quando olhamos o aço, reconhecemos o aço. Quando olhamos a madeira, reconhecemos de imediato sua natureza, sem subterfúgios. Quer se trate de um móvel ou de um edifício, me agrada ver os materiais se expressando de forma autêntica”, conforme afirmou em entrevista dada ao jornal Estadão1

Seu maior desafio foi encontrar o equilíbrio entre o design e a ergonomia, buscando a geometria perfeita para um móvel que não abre mão do conforto. “Existe sempre uma altura ideal de assento para uma determinada profundidade e inclinação de encosto e cabe ao designer cuidar para que essas relações sejam observadas. As poltronas Bia, Sandra e Helena, por exemplo, possibilitam a mesma função: o sentar. Elas possuem diferentes volumetrias mas, ao menos do ponto de vista estrutural, são resultantes de operações geométricas similares, que envolvem múltiplos e submúltiplos de quadrados.”2 O resultado disso é um mobiliário assinado de grande leveza e muita personalidade.

 

Peça de mobiliário assinada por Samuel Lamas

 

A linguagem das suas peças chamaram a atenção do mercado nacional e internacional, gerando uma demanda que levou sua produção artesanal para a industrialização em parceria com a fábrica Studio Mais em São Paulo.

Sua nova coleção pode ser vista nos ambientes assinados por Denise Zuba e por Walléria Teixeira na Casa Cor, e encontrada na loja Quadra, em Brasília. E em breve, também, no 1stdibs, badalado market place de Nova York, que se descreve como “líder de venda online das coisas mais bonitas da Terra”.




[1] e [2] Fonte: matéria “Conheça os móveis matemáticos do designer Samuel Lamas”,
por Marcelo Lima para o jornal Estado de São Paulo em 29/09/2018.
Foto em destaque: Mesa de centro Jamile assinada por Samuel Lamas. Foto Casa Vogue.
Fotos Samuel Lamas: arquivo pessoal do arquiteto.