fbpx

Você sabe como e quando vale a pena investir em um segundo imóvel? Dependendo da finalidade e de algumas ponderações que você precisa fazer, adquirir um segundo imóvel  pode se tornar um bom investimento e uma ideia a ser considerada no seu planejamento financeiro.

 

É verdade que a aquisição de um segundo imóvel pode ocorrer com a finalidade exclusiva de se fazer um investimento, todavia, geralmente existe um propósito agregado a esta compra, como a intenção de se ter um imóvel para lazer ou um lugar para o uso dos filhos no futuro, seja para deixar de herança ou para ajudá-los a iniciarem suas próprias vidas.

 

De qualquer forma, antes de seguir em frente, tenha em mente que planejar um segundo imóvel só vale a pena se o seu primeiro já estiver quitado ou em contagem regressiva para finalizar o seu financiamento ou consórcio.

 

 

Investimento.

 

Investir em imóveis sempre foi visto como uma alternativa segura para se colocar o dinheiro, transformando o seu dinheiro em um patrimônio físico que não perdia o valor com a inflação e nem com as oscilações de humor do mercado.

 

E embora a estabilidade econômica tenha permitido novas modalidades de investimento bastante interessantes, ter um patrimônio imobiliário nunca deixou de ser um bom negócio.

 

Contudo, investir em um segundo imóvel deixa de ser uma necessidade e passa a ser uma escolha. Você pode até investir pensando exclusivamente em ganhar dinheiro, o que é totalmente viável se bem assessorado na hora de aproveitar uma oportunidade. No entanto, quando você une o objetivo de multiplicar o seu patrimônio com uma segunda finalidade, este investimento pode vir a se tornar muito mais interessante.

 

 

Imóvel para lazer.

Segundo imóvel

Um segundo imóvel para lazer é o sonho de muita gente.

 

Muitas pessoas adquirem um segundo imóvel pensando mais em ter uma alternativa de lazer para as férias e finais de semana prolongados. Algo como um apartamento na praia ou a casa na serra. Independente do clima de sua preferência ou se sua família prefere o litoral ou as montanhas, antes de partir para pesquisar um segundo imóvel com esta finalidade é importante equacionar como o mesmo pode se tornar um bom investimento.

 

Antes de tudo, você pode ler algumas dicas sobre ter um imóvel para lazer no artigo “imóvel na praia é para mim?”, em que aprofundamos mais nestes questionamentos. Se depois dessa leitura e das considerações que fizemos você se sentiu mais seguro para pensar no tema, agora é hora de refletir sobre o investimento.

 

Como os imóveis para lazer são usados esporadicamente, alugá-lo constantemente pode ser uma alternativa de receita interessante para quitar os custos e ainda lucrar. E se antes era mais complicado ganhar dinheiro com a locação de um imóvel distante, atualmente, com as inovações tecnológicas, ficou muito mais fácil.

 

Afinal, já “existem aplicativos como o Airbnb que agilizam o serviço disponibilizando o imóvel para alugar por um dia, uma semana ou temporada, visível para qualquer pessoa no mundo inteiro e que tenha interesse pelo destino turístico onde está o seu imóvel e sem necessitar a intermediação de uma imobiliária. Por meio desses apps, diversos proprietários de imóveis tiraram o seu patrimônio da ociosidade, colocando o apartamento ou a casa para trabalharem por ele. Se bem administrado, esses aluguéis não só pagam os custos do imóvel ao longo do ano, como somam um lucro interessante a cada 12 meses.” [1]

  

 

Imóvel para os filhos.

Segundo imóvel

Alguns investidores optam por investir em um segundo imóvel pensando no patrimônio dos filhos.

 

Se você tem filhos, sabe o quanto se preocupa com o futuro deles. E se antes os pais davam o seu melhor para oferecer uma boa educação, alimentação adequada, acesso às melhores escolas, e tudo mais o que fosse preciso para as crianças crescerem bem e saudáveis, preparadas da melhor forma para os desafios do mundo, hoje, diversos pais se sentem impelidos a ajudarem os filhos na aquisição de um imóvel.

 

Mas veja bem, a aquisição deste segundo imóvel voltado para os filhos pode ter finalidades diferentes:

 

  1. Você pode adquiri-lo como uma forma de renda extra para os filhos, alugando-o para terceiros de modo que ele só venha a ser liquidado como herança ou;
  2. Este pode ser um imóvel destinado desde o princípio para a moradia de seu filho, sendo ocupado por ele tão logo a compra seja realizada.

 

Na primeira alternativa, é um investimento cujo propósito é gerar uma renda extra para os filhos, obtendo também um patrimônio que poderá ficar de herança ou ser liquidado caso haja uma necessidade maior. Já a segunda, é realizada sem pensar em um retorno monetário, e sim, em prover um lugar adequado para que os seus filhos possam começar a vida.

 

 

[1] Fonte: Imóvel na praia é pra mim?

 

 

Outros artigos.

 

Como se planejar para comprar um imóvel.

 

Você está pronto para comprar um imóvel?

 

Projeto ano novo, apartamento novo